Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aos órfãos da subversão sapeense

Sapé, incompreensível fadário
do estro de Augusto patrimônio
e de seus subversivos demônios
um reles infame sicário

dos abacaxis em surto
ao recente germe moderno
nada mais hodierno
que seu anacrônico absurdo

tabuleiro do campo de luta
visceral passado corporificado
já teria à qualquer dia suicidado
frente a letargia absoluta

Quiçá fosse letargia pura
reacionarismo na rua é poesia
discurso de ódio é bom dia
e conservadorismo cultura

a alma augusta agonizada
e o embrião camponês da liga
lamentam-se em sua fatiga
da nossa coleção de nada
Rangel Paiva
Enviado por Rangel Paiva em 10/12/2019
Reeditado em 10/12/2019
Código do texto: T6815856
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Rangel Paiva
Mari - Paraíba - Brasil, 26 anos
111 textos (1923 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 09:47)
Rangel Paiva