Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Terra de ninguém

Minha terra tem toupeiras
Incapazes de pensar
Promessas eleitoreiras
Movem o jogo de azar...
 
Da xepa do fim de feira
O povo come e ainda paga
Tem sujeira na bandeira
Que a sua cabeça esmaga...

Com impostos sem limites
Tem governo militar
Que não aceita palpites
E joga tudo pro ar...

Sem limite e sem porteira
Virou terra de ninguém
Mais ousada roubalheira
E o povo ainda diz, amém!
ANA MARIA GAZZANEO
Enviado por ANA MARIA GAZZANEO em 08/12/2019
Código do texto: T6814011
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
ANA MARIA GAZZANEO
Bragança Paulista - São Paulo - Brasil
1592 textos (42004 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/20 19:21)
ANA MARIA GAZZANEO