Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MEU PEDAÇO DO UNIVERSO

Olhei pacientemente para a rota da minha caminhada
E em toda essa estrada, vislumbrei a minha pequenez.
E apesar de nunca ter tentado sequer uma vez
Conclui que cada um deve cuidar da terra pisada.

Mapiei as marcas dos meus pés
Definindo a área em que até hoje pisei
E descobri que nesse mundo eu achei
A fonte exata dos meus igarapés.

O universo é imenso! Não posso mudar.
Mas o meu mundo minhas mãos alcançam
E se os brados de justiça não cansam,
Minha terra pisada, eu irei melhorar.

Se o que falo influencia pessoas, vou falar.
Se meus escritos instigam aos gritos... Escreverei.
Se minha voz incentiva às lutas... Trovarei.
Se essa ‘terra’ precisa de mim, vou cuidar.

Olhava eu, para além do horizonte...
E acabei descobrindo que lá atrás do monte
Não me pertence.
E o que me é concernente é o chão que piso.

E é assim que o meu bonito riso
Florescerá.
Se antes que a terra findar
Eu aprender a repartir meu sorriso.

Ênio Azevedo
Luciênio Lindoso
Enviado por Luciênio Lindoso em 22/08/2019
Código do texto: T6726511
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luciênio Lindoso
Zé Doca - Maranhão - Brasil, 49 anos
790 textos (12193 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/19 05:15)
Luciênio Lindoso