Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

P R E C I O S I D A D E S (176)




                            TUDO QUANTO RODEIA A NATUREZA ...


                            Tudo quanto rodeia a natureza,
                            quanto mais cedo nasce, menos dura;
                            da primavera o manto de verdura
                            em breve perde a flórida beleza.

                                   No calor, do trovão são fácil presa
                                   os frutos que receiam a friúra;
                                   e contra o inverno têm pele mais dura
                                   os tardos, que do outono são riqueza.

                            As florinhas da tua mocidade
                            breve serão colhidas sem piedade,
                            não a virtude, o espírito, a razão.

                                   A esses frutos, em ti tão promissores,
                                   não dá outono nem verão temores,
                                   nem o rigor da gélida sazão.      
JOACHIM DU BELLAY
Enviado por Silmar Bohrer em 19/08/2019
Código do texto: T6724287
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria de Silmar Bohrer, www.silmarbohrer@yahoo.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Silmar Bohrer
Itapoá - Santa Catarina - Brasil
4113 textos (22197 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/19 10:51)
Silmar Bohrer