Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pequeninos carvoeiros

Silencia minha alma, coração,
como faz o vento ao balançar as folhas de árvores centenárias,
levando sossego às raízes.

Quero o silêncio das aves migratórias,
quero a paz dos corações bondosos
e dos amantes reconciliados.

Silencia minha alma, coração,
as respostas não cairão do céu,
para perguntas inviáveis.

Deixa o barco seguir o curso do rio,
mas como dói ver crianças com olhinhos de fumaça,
rostinhos de carvão.
J Estanislau Filho
Enviado por J Estanislau Filho em 15/08/2019
Código do texto: T6721255
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
J Estanislau Filho
Coronel Xavier Chaves - Minas Gerais - Brasil
831 textos (99967 leituras)
1 áudios (242 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 04:17)
J Estanislau Filho