Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pequeninos carvoeiros

Silencia minha alma, coração,
como faz o vento ao balançar as folhas de árvores centenárias,
levando sossego às raízes.

Quero o silêncio das aves migratórias,
quero a paz dos corações bondosos
e dos amantes reconciliados.

Silencia minha alma, coração,
as respostas não cairão do céu,
para perguntas inviáveis.

Deixa o barco seguir o curso do rio,
mas como dói ver crianças com olhinhos de fumaça,
rostinhos de carvão.
J Estanislau Filho
Enviado por J Estanislau Filho em 15/08/2019
Código do texto: T6721255
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J Estanislau Filho
Coronel Xavier Chaves - Minas Gerais - Brasil
718 textos (86799 leituras)
1 áudios (191 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 04:01)
J Estanislau Filho