Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Uma rosa II
 
Uma rosa se abre
Em frente aos meus olhos
Na paisagem tranquila
Que reveste
A brutalidade vivida
Onde crianças perpassam
Por uma esquina que vai
No abandono à toa
Por toda a rua seguida
Que envolve o tédio igual
De uma amargura solitária
Perseguindo a trajetória
De tanta desfaçatez
Que fica esquecida
Na ânsia oculta da paisagem
Que na palidez da noite
Desnuda-se na aragem
Pela sombra em semitons
De um espaço podre
Onde a rosa
Já não vive



Em 13/11/2015



Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição  4.0 Internacional.


 
 
 

 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 20/05/2019
Reeditado em 26/07/2019
Código do texto: T6651801
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Gernaide Cezar
Salvador - Bahia - Brasil
344 textos (20934 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/05/21 18:27)
Gernaide Cezar

Site do Escritor