Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fim de tarde
 
Parte-se o dia em três vícios
O tempo branqueia o fim da tarde
Que nasce em frente ao silêncio
Numa sombra falsa inerente à luz
O arco pulsa no horizonte em essência
Num crepúsculo amontoado em sonhos
Na penumbra vem a libertação dos atos
O momento lacra o fim da tarde
Sob o indicador do degrau que deita o sol
Gerando uma nódoa faceira em volta
Adequando o espaço da noite
O vento adestra a hora no fim do cálice
Partindo em células o grão da noite
Que dinamiza a angústia em pauta
Na tempestade das paredes pálidas
E aborta todos os amores perdidos
Sugando a chama vazia em escalas
A carícia cobre a solidão tímida
E ejacula na noite uma ausência escura
  Na página atrevida do meu encanto
Que deseja o brilho da lua
Para untar o meu silêncio de paz




Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. 
 
 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 15/03/2019
Reeditado em 15/03/2019
Código do texto: T6598431
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Gernaide Cezar
Salvador - Bahia - Brasil
344 textos (20935 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/05/21 19:45)
Gernaide Cezar

Site do Escritor