Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Num abraço que ficou
 
Sigo o destino com tempo
Cruzo com um longo percurso
Debruço lá uma página figurada
Numa conexão inerente
Aos dias passados em conflitos
Que falseia o vento que surge
Num exemplo que marca o significado
Com as mãos cheias de palavras
Na lógica de um mundo sórdido
Que perpassa atrasando encontros
Entre caminhos de texturas exóticas
Que prosseguem em frente da minha saudade
Num abraço que ficou
Pelo encanto que surge no afeto
Com a força da natureza
Fazendo rimas simples
E formando extensa a distância
Que segue mundo afora
Entre o orvalho que resfria a rosa
E cobre o espaço com silêncio
Deitando no sonho sua face pálida
Na saudade que nunca vejo
Vou apagar o meu desencanto
Abraçando as saudades que ainda tenho


Interação do meu  Mestre Jacó Filho

Dos alicerces que fui,
A saudade surge forte.
Quase sempre é meu norte,
Se a tristeza influi...
Parabéns! .
 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional
 
 

 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 03/12/2018
Reeditado em 12/01/2019
Código do texto: T6517968
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Gernaide Cezar
Salvador - Bahia - Brasil
344 textos (20934 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/05/21 18:48)
Gernaide Cezar

Site do Escritor