Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O sol cai no mar

O dia desliza corrente
Em curvas estéticas
O tempo vai escurecendo na amplidão
Lá onde o sol cai no mar

E as estrelas brotam no céu
Num brilho que conduz a hora da luz
E no vazio o tempo evolui
Agitando o gozo sagrado da pele

Num croqui rabiscado e sem forma
Arde em prazer os olhos da rosa
Trazendo em chamas os sonhos desfeitos
Que contemplam a paisagem adormecida

A noite traz o meu silêncio em fatias
Deixando um encanto singelo
Na elegante feitura de uma carícia
E no simples sentir de um toque

Onde a chuva molha o túnel e o tempo
Que alarga o sentido plantado
Na voz suave que dilata os lábios profanos
Para no meu cansaço deitar um beijo

No desejo embriagado da noite
Que arde no relaxar do meu corpo frágil
Construindo um sonho no silêncio branco
E saqueando a tristeza inerente ao meu eu





This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International License.










 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 15/09/2018
Reeditado em 11/11/2018
Código do texto: T6449646
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Gernaide Cezar
Salvador - Bahia - Brasil
356 textos (21079 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 22:36)
Gernaide Cezar

Site do Escritor