Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Batalha Traçada

Eu vejo as lágrimas ainda não caídas
De vidas ainda não vividas
De histórias logo encerradas
Por culpa de um sistema que pra nós sempre falha

Nossos meninos estão indo aos baldes para o mundo que ilude
São bandidos, ladrões, culpados, sem atitudes
Mas nunca são vistos como os abandonados que o sistema pune

Os leões que morrem famintos por não saberem caçar
A vida que sem valor está marcada para acabar
Eu luto para que essa rotina venha mudar
Dar lugar para a massa que precisa vingar
Os filhos que querem uma casa comprar
O pai e a mãe ajudar
A namorada impressionar
E ao mundo seu espaço afirmar

Apesar de não terem sido fáceis minhas batalhas

Chego hoje com uma certeza real
Da minha orientação sexual
Pois não tenho curso formal
Sou detentor do ensino fútil fundamental
Morando na periferia que ao olho racista só enxerga marginal
Pois para eles merecemos exclusão e redução da maioridade penal
Que punirá somente pobres e não a elite detentora do capital
Mas que é fundamental para limpar sua sujeira e encher seu varal

Gostaria de ser escritor, locutor, líder que transmite bondade e amor
Que faça os jovens de caminhos ruins entrarem no caminho da paz e deixar o da dor

Mas que ainda não possuo gabarito para tal
A certeza é lutar até o final

Desistir não tenho esse direito
Tenho que ser forte e encarar qualquer desfeito
Superação é a nobreza que almejo levar no peito
Como o pintor que sem as mãos, usa os pés e segura o pincel com os dedos
O cego que futebol joga sem medo
E o cadeirante que brilhantemente acerta o cesto

Assim serei
Deus, Ala, Ogum ou Jah permitirá
Esses seres de luz sempre guardam o melhor para nos brindar.
Bruno Henrique Reis
Enviado por Bruno Henrique Reis em 13/08/2018
Código do texto: T6418105
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Bruno Henrique Reis
Limeira - São Paulo - Brasil, 29 anos
36 textos (1451 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 21:29)
Bruno Henrique Reis