Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

poema rasgado

tantas palavras circulam
que solfejo versos contraditórios,
derrubo rimas  ricas e pobres
e vejo um papel amassado:

abandonado num canto
com essência do meu pranto.
Pupila
Enviado por Pupila em 11/06/2018
Código do texto: T6361010
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Pupila
São Paulo - São Paulo - Brasil
724 textos (22722 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/07/20 00:55)
Pupila