Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FLOR DE MULUNGÚ

Em minhas veias não corre sangue,
Corre água de ribeirão,
Corre a saliva de minha amada,
Cujo a ausência, mata-me de solidão...

Por ela correria mil perigos,
Cavalgaria a Caatinga, nu,
E viveria a vida errante dos bandoleiros!
Cuspiria na Lei que jurei honrar, tudo pelo sexo teu...

Minha bela flor de Mulungú,
Que de mel... Deus fez a tua boca,
Sacia oh meu amor, mais uma vez o meu desejo!
E deixa eu morrer, nos beijos teus...
Gustavo Miranda
Enviado por Gustavo Miranda em 27/07/2017
Código do texto: T6066699
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Miranda
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 50 anos
984 textos (19075 leituras)
8 áudios (319 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/19 02:29)
Gustavo Miranda