Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Temporalidade

duvido da vida
salvo a poesia
que suaviza as cicatrizes
do rosto escondido
pela máscara
quando fecha as cortinas do teatro
flecha atravessa o peito
sou senhor
palhaço
escravo
caça
caçador
animal do meu tempo.
Roberto Passos do Amaral Pereira
Enviado por Roberto Passos do Amaral Pereira em 06/04/2017
Código do texto: T5963159
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Roberto Passos do Amaral Pereira
Vitória - Espírito Santo - Brasil
1288 textos (133451 leituras)
11 áudios (1593 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/11/19 11:57)
Roberto Passos do Amaral Pereira