Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Foto Google

Para ser desigual
 
Quero ficar louca e ser livre de fato
Fugir para longe dos olhos do mundo
Soltar as emoções cravadas na pele
Ferindo e sufocando o ser que não é
 
Quero ficar louca e nua por um amor inteiro
Terceirizar toda loucura e viajar em paz
Espalhando no tempo a lógica dos normais
E quadricular no horizonte o arco íris
 
Quero ficar louca para ser desigual
Aos neuróticos conscientes e sem tempo
Que sabem chorar mais nunca sorrir
Na chuva as lágrimas desaparecem
 
Quero ficar louca na página da primavera
Para encher o mar com as flores do campo
E deslizar no tempo o meu verão em sonhos
Marcado por raios dourados de tristeza
 
Quero ficar louca num tempo globalizado
Para me jogar no mundo como desafio
E viver todos os prazeres da alma
No começo do dia para não trair a noite
 
Quero ficar louca para me atirar com prazer
E a minha alma se espalhar no céu em cores
Com versos líricos mostrando a significação de ser
Poetisa e livre na essência de um novo destino





Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição  4.0 Internacional
 
 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 16/07/2016
Reeditado em 17/07/2016
Código do texto: T5699434
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Gernaide Cezar
Salvador - Bahia - Brasil
344 textos (20935 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/05/21 19:01)
Gernaide Cezar

Site do Escritor