Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


O rosto da noite

O hábito sem forma
Encontra a curva que segue
No tempo de unir sentimentos
Onde encontro o véu noturno
E cai suave no rosto da noite
Na parte em forma
Traz a cor da luz na flor
Na feitura de ser
O espaço nu que oscila
No tempo de fazer amor
Que revela e molha sutil
A doçura do olhar na face
E aceita a tristeza
Da solidão detida na voz
Como sinto em olhar o mundo
Na existência coletiva
Dando verve ao meu afago
Na paz da noite excitada
Sinto no rosto o pulsar
No otimismo da folhagem
Que cai no outono
Do tempo que revela
Na rasura das páginas
Que faz uma tristeza formosa
No delinear de uma fase profana
Que resgata toda beleza
Numa existência evolutiva
E alcança todo amor
No rosto da noite



Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição  4.0 Internacional
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 01/07/2016
Reeditado em 13/05/2020
Código do texto: T5684748
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Gernaide Cezar
Salvador - Bahia - Brasil
344 textos (20934 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/05/21 18:12)
Gernaide Cezar

Site do Escritor