Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



Noite sigilosa
 

Finjo que sou fraca
Porque não sou farta
O meu destino é tempestade
Para com o mundo cáustico
Sou quase anônima
Pelo tempo corrido
No meu rosto
Cansado em páginas
Que molham minha alma
Como se lágrimas fossem
Partes do orvalho
No aroma da noite
Vou desconstruir meus medos
Sinto próximo o infinito
Fecharam-se as portas
E apagaram o roteiro
Da minha intimidade
Cerceada
Vou sonhar à toa
Caminho em busca
De um vago destino
Que fechou em silêncio
As etapas vindas
Na noite sigilosa
E anônima



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 14/03/2016
Reeditado em 15/03/2016
Código do texto: T5573432
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Gernaide Cezar
Salvador - Bahia - Brasil
344 textos (20934 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/05/21 18:19)
Gernaide Cezar

Site do Escritor