Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




Tarde demais
 

Tarde em dobras
E algumas sombras
É o atraso que escorre
Na lágrima solene do dia
Numa parte suave
Sem nenhum sentido óbvio
Difícil para voltar atrás
No passado lacrado
Amargo na forma factível
Pelo limo esverdeado
Que reflete
Um olhar cansado
Num roteiro descuidado
Contrário ao beijo
Que dilui na chuva branca
Numa serenidade
Quase desfigurada
De uma alma poeta
Como um filme abstrato
Passado sem tempo
Jogado na chuva das dores
Que molha o passado
Velho e sem graça
Tarde demais




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 23/02/2016
Reeditado em 06/09/2016
Código do texto: T5552566
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Gernaide Cezar
Salvador - Bahia - Brasil
341 textos (20731 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 19:13)
Gernaide Cezar

Site do Escritor