Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




Medo de amar
 

Um delírio
Afugenta-me da margem
Que enrosca os meus sonhos
E surge o medo como hábito
Num grito farto
Atirei-me com ânsia
Sem conhecer a paixão
Que decorre em vida
E em que prazer
Consiste a dor que canta
Na vertigem
Do exílio vem o medo
Grifando no rosto variações
De um desejo escrito
Em um painel da vida
Na harmonia descuidosa
Calei-me no intervalo
Entrei na noite
E parti madrugada adentro
No rosto
Nem sonho nem medo
Quebrei em raios
O meu pranto




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 22/10/2015
Reeditado em 22/10/2015
Código do texto: T5423452
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gernaide Cezar
Salvador - Bahia - Brasil
318 textos (19434 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/19 06:54)
Gernaide Cezar

Site do Escritor