Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




No espaço marginal
 
 
Penso que sou pequena
Dentro de um mundo enorme
Sujo de poluição e violência
A corrupção se alastra
Entre criaturas abjetas
Que na aceitação de fato
Guardam seus planos
Num poço fundo do tempo
Que urge na conta
Onde o sonho se quebra
Na fragilidade da culpa
A água da sua lágrima
Não cai na sombra da luz
Que corre no fio deserto
Em pleno descaso da fortuna
Adquirida no espaço marginal
De um tempo que se elege
Na condição da ganância
E que faz fila dupla
Nas portas lacradas
Das cadeias que recebem
Criaturas formadas no descaso
Que propaga em ordem
O nome dos individuos 
Que envergonham a hora
O dia e o restante da vida
Que ainda temos




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 29/08/2015
Reeditado em 30/08/2015
Código do texto: T5363744
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gernaide Cezar
Salvador - Bahia - Brasil
318 textos (19435 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/19 10:42)
Gernaide Cezar

Site do Escritor