Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Quando a tarde diz adeus...

 
Detrás do outeiro esconde-se o sol.
Ah! É tão lindo esse arrebol!...
E é tão lindo — ao longe— o canto da acauã
quando a tarde enfim recua
e já se pode pressentir o brilho da lua,
e d’alguma viola, um acorde com afã.
 
Aos poucos a noite trás sua sombra
e o sereno vem molhar a alfombra...
É a hora — inda que morta— do Ângelus
e que os joelhos dobram por terra.
Em orações alguma alma se desterra,
viva ou morta ao peso de sua cruz...
 
A brisa então brinca com a folhagem
que parece soluçar com essa aragem...
Ou com os acordes teus,
ó trovador — que na varanda vela—
e com tua viola ao peito, sonha com “ela”...
É assim quando a tarde diz adeus...
 
 


( IMAGEM: GOOGLE)
Sonia de Fátima Machado Silva
Enviado por Sonia de Fátima Machado Silva em 07/08/2015
Código do texto: T5338071
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Sonia de Fátima Machado Silva
Coromandel - Minas Gerais - Brasil, 56 anos
1306 textos (56519 leituras)
13 áudios (657 audições)
2 e-livros (141 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 11:49)
Sonia de Fátima Machado Silva

Site do Escritor