Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hoje, apenas hoje

 


Hoje, apenas hoje
maria da graça almeida

Hoje, apenas hoje, euforia esbanjo...
Com novo canto, acalanto a crença dos santos;
visto-me de anjo, a soar  novo banjo;
cubro com manto os desvarios de tantos.
 
Hoje, apenas hoje, fantasias esbanjo.
coloco um véu branco e no espelho me arranjo,
de azul pinto a face a sonhar com doçura,
os sonhos azuis nunca trazem amargura.

Hoje, apenas hoje, alegria esbanjo...
Com  ares risonhos, apago o passado.
os fantasmas tristonhos ponho de lado
e, ao deixar-me no ar, ponho os olhos sossegados.

Hoje, apenas hoje, sorrisos esbanjo.
Aceito o inevitável, sacio o insaciável,
creio no incrível, vejo o invisível,
venço o invencível, atinjo o inatingível,
possibilito o impossível, sensibilizo o insensível,
desfaço-me do ilusionismo das asas
largo os sonhos à deriva e, deles, despida,
volto leve pra casa.

Hoje, apenas hoje...
maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 12/02/2015
Código do texto: T5134697
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
249 textos (17554 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/11/19 00:34)
maria da graça almeida