Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poeta: Liberdade!

Há tantos encantos
quando se canta poesia,
em cada canto um verso e ousadia
do poeta que é ator de todos os dias
e cuidador de seus versos e inversos,
manobrando os roteiros em vielas,
aquelas que contam histórias
sem divisórias;
acontecem na mente
nos olhares e andares
de muitas vidas...

O poeta tem mais do que sete vidas:
gatuno, noturno e enluarado,
faz o dia amanhecer sem ser programado:
ensolarado, tempestuoso, desértico ou nevado;
absorve no olhar a criação sem ser ele mesmo -
- é plural, natural e simples
aos olhos do leitor - um Alucinado,
que pensa com os olhos,
ouve com a boca
e degusta com os ouvidos.

Poeta pode tudo!
E mudo, passeia em todos os olhares
e vive o mundo.
Pupila
Enviado por Pupila em 05/04/2014
Reeditado em 02/08/2017
Código do texto: T4757355
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Pupila
São Paulo - São Paulo - Brasil
720 textos (22609 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/20 07:12)
Pupila