Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FILOSOFANDO aqui e agora - "nunc et semper"; "Nunc aut nunquam": Agora ou nunca.

Se escravo foi ou não sou da situação
as estruturas me atravessam como a linguagem e o poder.
Sou eu e as circunstâncias e as circunstâncias em mim e eu nelas;
posso pensar sobre minha vida e atitudes; posso mudar e, às vezes,
nada posso mudar e não consigo mesmo se quiser...
Mudar é um projeto cuja diligência nos escapa e com os outros em rede
pode-se chegar ao denominador comum - um consenso e uma cumplicidade...

É preciso cada dia sonhar, plenejar, organizar-se, vencer-se
editar seu próprio viver, sofrer, perder, vencer, cair e levantar...
é preciso constância na inconstância
é mister ministrar o mínimo e o máximo no mundo e no fundo:
capital humano e capital financeiro, local e global.

A filosofia é tarefa de cada dia...
E não é só para grandes. O camponês filosofa diferente em relação ao burguês.
A vocação e a oblação não morre até a morte.
Aos pequenos, a cunha para as pedra grandes.
E o mundo- um punhado de paradoxos e de hipocrisias - em ventania e maresia levanta um murmúrio e o turbilho de dias e noites
como babilônia de hedonismo e o vale de lágrimas se revela no porão do mundo de dores, desespero, alucinações, temores e medo de tudo e de todos...
Eu sou para o mundo e o mundo é para mim.
Eu sou para a vida e não sou para o mundo.
Refletir é buscar sabor no saber.
     
J B Pereira
Enviado por J B Pereira em 13/01/2013
Código do texto: T4082595
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2474 textos (1485346 leituras)
19 e-livros (206 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 16:13)
J B Pereira