Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Madrugada

Madrugada
maria da graça almeida

As noites se esvaziam
no silêncio da madrugada,
tudo que me angustia
se amplia se acordada.
O tempo escorre moroso,
tem medo de envelhecer.

A insônia chega gelada,
 fazendo-me  estremecer.
Um torpor reina nas ruas,
o silêncio, na calçada,
não fosse a luz da lua,
a vigília seria nada.

Insone o dia amanhece,
sempre alerta, faço preces.
Oro a Deus, peço perdão
por  tê-lo chamado em vão,
quando a gota de orvalho
respingou em minha mão.


maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 16/06/2012
Reeditado em 24/08/2012
Código do texto: T3727250
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
249 textos (18593 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/08/20 03:21)
maria da graça almeida