Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Casas

Ladeando nossas estradas
existem certos cubículos
feitos de suor e concreto
nos quais os homens crescidos

sentem-se novamente feto.

Todo o conforto de útero:
calor de ventre materno,
tem neles imagem perfeita
obra-prima industrial, externa

útero artificial, sem sexo...

E se são de novo rebentos,
são de uma mãe quotidiana
mãe que sempre estando prenha
tem seu constante parto diário.

Inreprodutivo e assexuado.

Mas como reaver a antiga
morada? Reencontrar assim
de soslaio o ventre perdido,
a casa da mãe onde tinha

atenção de filho único?

Poder-se-á reconstruir tal
cubículo singular, medido
em sua forma aritmética
com todos os traços nativos

onde amalgamados todos
comunguem de uma mesma mulher?
E onde o homem se sinta
criança, dona de um reino

que venha a ser só seu?

Onde o útero o acolha
por ser frágil seu ser?
Tiago da Silva
Enviado por Tiago da Silva em 08/10/2010
Código do texto: T2545348
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tiago da Silva
Afogados da Ingazeira - Pernambuco - Brasil, 29 anos
457 textos (11602 leituras)
3 áudios (299 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/19 12:58)
Tiago da Silva