Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Viagem

De alguma maneira
o verso bateu na porta
entrou de repente
e fez morada...
Bastou o coração
abrir-lhe a porta...
fez o seu quarto
sua varanda
e sala reservada

A poesia domou todas
assumiu as rédeas
e ditou as normas
depois de desfazer
em versos e trovas
fez da vida
sua aventura e arte

A vida saiu do eixo
depois debandou-se
pra bem longe
Foi-se embora
sem rumo ou destino
nem mesmo a poesia
sabia ao certo
onde queria ir...

Mas foi ao certo
pra um lugar
onde se vissem
só rimas e fados
Tiago da Silva
Enviado por Tiago da Silva em 08/07/2010
Reeditado em 08/07/2010
Código do texto: T2366161
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Tiago da Silva
Afogados da Ingazeira - Pernambuco - Brasil, 29 anos
464 textos (12478 leituras)
3 áudios (300 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/01/20 00:44)
Tiago da Silva