Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Futuro antecipado

Futuro antecipado
maria da graça almeida

Solitária, no tempo antecipei o futuro.
Adiantei-me e, com pressa e coragem,
experimentei-me trinta anos mais velha.

Pressenti meu olhar desbotado
a olhar por uma janela vazia.
Era a janela da minha alma
que a duras penas sobrevivia.
Abateu-me profunda a nostalgia
e um "banzo” diferente,
como se fosse eu a própria pátria
e de mim estivesse distante.

Senti falta do espelho ovalado
onde os sonhos eram cuidados
pelos olhos, cujo rímel
alongava os cílios da juventude
e pela boca, cujo batom
distribuía a bênção da inexperiência.

Senti uma saudade antecipada,
que me pôs desconcertada,
quando por um instante
fechei a porta do presente
e coloquei-me com os dois pés
numa estrada sem retorno
a lamentar a ausência de um passado
de trilhas e atalhos iluminados.

Senti do amanhã
os tremores das mãos envelhecidas.
Ouvi a voz do tempo pelo balbucio
dos lábios ressequidos e descorados.

Não sei se o mais contundente
foi o sabor da velhice vinda
ou se a certeza da juventude finda.

Antevi meus filhos, já avós;
meus netos, então pais.
Antevi-me bisavó, tataravó...
E eu estava ali,
com a face que não era minha,
num corpo estranho
que eu desconhecia,
corpo que se estreitara
e que pelo enrijecimento
não mais me servia.

Sem permissão,
um idoso por inteiro me habitava
e eu estranhei-lhe os hábitos,
os passos trôpegos e a pouca visão.
A grande idade penetrou-me com crueza
e mostrou-me o peso da limitação.

Aí, abruptamente, subtraí-me do futuro.
Trinta a mais são anos demais...
Talvez, mais três décadas destruíssem
a memória dos dias significativos
e a lembrança dos melhores sentimentos
que empalidecidos ficariam pra trás.
maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 19/02/2010
Reeditado em 20/02/2010
Código do texto: T2095057
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
249 textos (17684 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 22:42)
maria da graça almeida