Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



Uma mochila cheia de sonhos,
viajando em busca do céu,
será que me perdi?
Será que um novo sol vai surgir?
Ou um abrigo na estrada antes da chuva cair?
Será que hoje a sorte me acompanha?
Acharei sorriso amigo ou gente estranha?
Nos caminhos escuros  e sombrios
da América do Sul.


Na base fria da cordilheira,
eu me sento junto à fogueira
e olho a águia voando.
Agora sou como a águia, parte do monte,
sou grama, vale, horizonte, sou eu,
um homem sem pressa,
pois o tempo é meu.
Sou vida e morte num só corpo,
o presente vivo, o passado morto,
num lugar qualquer da América do Sul.


Sou filho do vento que passa
e sopra o capim de nome estranho,
sou neve derretida que será rio,
sou a fumaça da fogueira,
ovelha que fugiu do rebanho
e não teme a presença de lobos.
Sou a força e o poder do silêncio,
um ser que vive às margens do tempo,
nos atalhos, nas trilhas, nos campos,

da América do Sul.

J B ROMANI
Enviado por J B ROMANI em 15/01/2010
Código do texto: T2031959
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
J B ROMANI
Cotia - São Paulo - Brasil
739 textos (135240 leituras)
17 áudios (2871 audições)
1 e-livros (437 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 03:42)
J B ROMANI

Site do Escritor