Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Seca no cerrado

Quando a chuva se vai
A seca começa a aparecer
A temperatura aos poucos cai
Começam a florar os ipês
Um espetáculo da natureza
Coisa linda, que beleza
Muito bonito de se ver

O Roxo vem primeiro
E encanta a quem passar
A partir do mês de junho
Ele começa a florar
O turista encarado
O candango admirado
É bonito pra danar

Em seguida surge o rosa
E o povo abobalhado
É foto pra todo lado
Brasília toda orgulhosa
Logo depois vem o amarelo
Tão sublime e tão belo
Árvore linda e frondosa

Por último o ipê branco
Fechando este bailado
De florada em Brasília
Na seca do cerrado
Todo ano nesta estação
Acontece a floração
E ficamos admirados

Finda-se em setembro
Tudo bem sincronizado
Roxo, rosa, amarelo e branco
Sequecialmente acertado
E com essa admiração
Eu registro com emoção
A seca no meu cerrado.
Agostinho Jales
Enviado por Agostinho Jales em 07/05/2019
Código do texto: T6641665
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Agostinho Jales
Guara I - Distrito Federal - Brasil, 41 anos
39 textos (846 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/19 10:58)
Agostinho Jales