Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Navegando no são Francisco

- Não te preocupes, garoto!
Não te preocupes, meu filho.
Que as ondas do rio que vem,
as mesmas do tempo antigo,
serão as ondas que irão
estar pra sempre comigo!-

-Mas vovô, vem uma tormenta
e o rio pressente o perigo
as ondas que cá se remexem
soam como um sinal de aviso!-

- E não foi assim sempre?
Quando as águas se agitam
precisamos cautela, não medo
daquilo que não vimos ainda.
Ali na frente há uma curva
e do outro lado uma ilha,
as águas turvas nos empurram
melhor, nos embalam consigo.
Já, já avistaremos o porto
que está nas margens do rio. -

- Esta viagem é de dúvidas,
por que querer tanto perigo?
Por que não a estrada reta
sem tantas curvas no caminho?

- Porque a vida é assim mesmo.
Se não nos jogarmos aos riscos,
às flutuações e correntezas
perderemos a chegada e a saida
o durante é agora, o depois não mais.
Viver assim é muito triste!
Este rio enfrente pedras, vales...
ele cai de vez em quando, o rio
é um caminho que se refaz
todo dia ao longo do caminho.

E assim se foram o velho e o moço
navegando no São Francisco.
Tiago da Silva
Enviado por Tiago da Silva em 23/05/2013
Código do texto: T4305184
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tiago da Silva
Afogados da Ingazeira - Pernambuco - Brasil, 29 anos
462 textos (12177 leituras)
3 áudios (299 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 14:40)
Tiago da Silva