Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minas

Clara como a luz solar
Alta nessa imensidão
Vestuto símbolo da pátria
Vítima do astuto ceitil.

Escultura de uma história
Onde ventos jaziam
Ínclita arcanjo
Dos mais altos céus.

Onde jaraguá, jegue, jeca-tatu
Jambo e japi
Em ti estiveram
Hospedeira mãe luz.


O teu horizonte de amor
És tão profundo, mágico
Sóbole opalino
Resplandece o cimo do teu tesouro
Coroada  com louros
Amada eterna terra.

Mar íntimo que pulsa
Que bate e sente
Que chora ao fundo
Do coração do Brasil.


 
Débora Muniz
Enviado por Débora Muniz em 13/10/2019
Reeditado em 15/10/2019
Código do texto: T6768666
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Muniz
Montes Claros - Minas Gerais - Brasil, 40 anos
94 textos (1455 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/19 02:09)
Débora Muniz