Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Templo

Não há como contemplar o mundo
Tenho só o que fizeram dele
Preenchido por vazios abastados
Pela máfia de ingratos apossados

Remanesce a dor dos justos
A lida consome os mais puros
A vida parece ter caído em desuso
Os vis pregam amar com abuso

em construção
Lopes Neto
Enviado por Lopes Neto em 22/08/2019
Reeditado em 22/08/2019
Código do texto: T6726237
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lopes Neto
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
197 textos (5273 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/11/19 18:09)
Lopes Neto