Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Razão subjetiva

Ser poeta - uma razão subjetiva
Que determina minha condição de
                                   [Sujeito
Presente no mundo com os outros;
Porém, eu só no mundo dos outros.

Entre passos dados e compassos
Humanos e familiarizados pombos
Numa praça qualquer - que seja da
                                         [Sé!
Metrópole firmada em concretos
Incólume vista dos seus arranhas
                                     [céus
Enfeitam bem mais que humanos
Com seus semblantes similares:
Vidas distintas, algumas aos descasos,
                                        [afora...
Parques, viadutos, calçadas, praças e
                                     [catedrais.

A poesia toca na minha consciência
De estar no mundo com os outros
E não senti ser do mesmo mundo;
Invisível na visibilidade - olhar dos
                              [passantes,
 Percebido nos voos dos pombos e
                                  [pardais.
Batista N Silva
Enviado por Batista N Silva em 18/08/2019
Reeditado em 19/08/2019
Código do texto: T6723353
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Batista N Silva
Eldorado dos Carajás - Pará - Brasil, 38 anos
33 textos (1225 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/19 00:22)
Batista N Silva