Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poesia 986

A madrugada é  esguia
morruda, esfanicada e tênue

A madrugada é galgaz
esbelta, chupada e esmilinguida

A madrugada é  o vigia cego,
surdo e mudo que passa ao meio dia.
Gustavo Miranda
Enviado por Gustavo Miranda em 27/09/2019
Reeditado em 27/09/2019
Código do texto: T6755216
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar autor e site.). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Miranda
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 50 anos
983 textos (18712 leituras)
8 áudios (319 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 19:30)
Gustavo Miranda