Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Morte Vazia

Magro
Mais do que vara
Preto
Escuro e mudo
Acanhado
Acanhado de nada e de tudo
Mudo
Mudo e surdo
Seco e tão cheio de fome
Barriga estufada de nada
Cheio
Cheio de terra
Cheiro
Cheiro merda
Cheiro a lonjura (comida e cama forrada)
Cor de pele
Cor de neve
Cor de leve
Cor quer que seja teme que o tempo leve
E quem era
Quem era a doce donzela que gritava
Debatia
Chorava...
Urubu
Careca pelada
O corpo nu
Picava a bico de talha
O ossudo de barriga estufada
Um pouco de gente
Um pouco da gente
Um pouco somente.
Elias Benedito
Enviado por Elias Benedito em 13/06/2019
Reeditado em 27/06/2019
Código do texto: T6671894
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Elias Benedito
Mariana - Minas Gerais - Brasil, 17 anos
59 textos (1638 leituras)
1 áudios (65 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/07/20 03:30)
Elias Benedito