Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aurora Boreal

     Ah! almejada liberdade, se me desses asas
     Para voejar sobre o verdume dos prados
     Sentir o aroma da flor vermelha em brasas
     Beijada pelo colibri e pelos cravos amados.

     Ficar à espera do bruxelear das luzes no céu
     Ao lado das aves encantadas em alegria dantesca
     Povoando esse pitoresco campo azul antes do breu
     Acenderia as estrelas em  exaltação gigantesca.

      Na madruga, embriagada de poesia e lânguida de paixão
      —  Minha alma despida de tristeza e solidão
      Pura e singela na composição, de um versar solene
      —  Seria a magia do violino que ressoa perene.

       Na aurora que desprende-se do frio boreal
       —    Pincelaria no ar as cores hipnotizantes
       —    De um fenômeno contagiante e divinal
       Das regiões polares...itinerante aos olhares intrigantes.
           
Verdana Verdannis
Enviado por Verdana Verdannis em 14/05/2019
Reeditado em 15/05/2019
Código do texto: T6647291
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verdana Verdannis
Fortaleza - Ceará - Brasil
233 textos (22289 leituras)
54 áudios (2774 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/19 01:14)
Verdana Verdannis