Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REALCES

                     Não só brilha a lua, que enternece o poeta
                      Nem a estrela que ilumina todas as rimas
                   Mas um coração sedento por uma alma quieta
                      Diluindo o lamento sem temor, nem cismas.

                     Não só comove a vaga, que arrebenta branca
                         Nem a a melancolia do marinheiro azul
                    Mas a amada que o espera, com entrada franca
                     No coração de saudade que vai de norte a sul.

                     Não só encanta o verde iluminando os prados
                       Nem as árvores que difundem as sombras
                         Mas o arrulhar dos pássaros encantados
                      Juntos no jardim que os acolhe na penumbra.

                       Não só alumia a luz distorcendo a escuridão
                       Nem o descarte sagaz do fim de uma paixão
                       Mas o impulsivo desejo de repudiar o medo
                        E revelar à vida os mais íntimos segredos.
Verdana Verdannis
Enviado por Verdana Verdannis em 06/05/2019
Reeditado em 16/10/2019
Código do texto: T6640656
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verdana Verdannis
Fortaleza - Ceará - Brasil
234 textos (22335 leituras)
54 áudios (2778 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/19 09:14)
Verdana Verdannis