Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fraude



Queria dizer que sou uma fraude
Sempre passava a impressão de uma coisa
mas sempre escondi a verdade


Eu sou o lixo na sua porta
Que nem o faxineiro se importa


Sou o lixo que está tão fechado,
que se você forçar a abrir
Não sei o quão mal vai ficar seu estado


Decidi falar logo a verdade
pois, é melhor falar logo
antes que seja tarde


Estou dando uma de corajoso
mas na verdade
sou um covarde


Um covarde que sempre
Desde sempre faz as coisas pela metade
Desisto meio sem motivo
Eu mesmo não consigo me entender


Decidi falar logo
Pois eu sei que vai doer
Depois de tudo isso que lhe disse
Provavelmente irá me esquecer
William Wander
Enviado por William Wander em 10/07/2018
Código do texto: T6386336
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
William Wander
Santa Maria - Distrito Federal - Brasil
34 textos (329 leituras)
5 áudios (77 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/19 15:32)