Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Louca Juventude

Juventude... Ah, juventude...
Nunca se negou ao papel
De que ao jovem desilude

Nunca me agraciou
Com a previsão do próximo dia
Nunca se negou ao prazer da desilusão
Que no meu peito ardia

Um dia sei que vou chorar tua ausência
Vou me esquecer das dores, não dos amores
Que me trouxestes, adolescência

Rasguei as cartas de amor com raiva
Xinguei minhas namoradas
Cansei de tanta palhaçada

A quem devo as alegrias soltas
Que mesmo sem nexo me fizeram sorrir?
Não é que fui um jovem tolo juventude
Isso é coisa tua, palmas para ti!

Gritei aos quatro cantos
Que não temia nada nem ninguém
Quanta babaquice...
Uma coisa todo jovem como eu temia
A intediante velhice

E as festas que julguei ilusão por causa da religião?
E os sorrisos que dava quando alguém passava com a bíblia na mão?
Quanta contradição...

Vinte anos se passaram
E a vida ainda parece ilusão
Vou me jogar em mais mil amores
Magoar ou saciar logo meu coração

Até mais juventude
Que da velhice Deus cuide
E talvez um dia eu mude
Quando enterrarem meu caixão.
Rixackson Lourenço de Sousa
Enviado por Rixackson Lourenço de Sousa em 30/10/2016
Reeditado em 14/12/2017
Código do texto: T5807734
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (LOURENÇO DE SOUSA, Rixackson). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rixackson Lourenço de Sousa
Parnaguá - Piauí - Brasil, 23 anos
12 textos (220 leituras)
1 áudios (20 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/19 04:08)
Rixackson Lourenço de Sousa