Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Abismo

Tudo que juntos sonhamos,
Foi-se como poeira ao vento.
Fazendo-se a vida, obscura.
Por não mais existir
Agora! É o nada.

O abraço indissolúvel,
Simplesmente cessou.
Para sempre, acabou.
Tristeza sem fim.
Olhar! Ficou perdido,
Na escuridão obscura.

Solidão reina nesta hora,
Será o fim?
Amor se perdeu
Em abismo por ora.
Tudo! É vida.
Tudo! É tristeza
Em se tratando de amor.

Será verdade ou mentira
Essa agonia?  Peito adentro.

Só o coração responderá.
Por ser ele,
Enamorado do amor.


Lucimar Alves,

INTERAÇÕES

Como se deu esse fim,
Se tanto amor sentimos.
Como foi que nunca vimos,
Que terminaria assim?
( Jacó Filho)

Aí, que tristeza esse fim
É um abismo no peito...
A dor ainda dói dentro de mim
Tento esquecer, não tem jeito...
( JUNIOR CAMPOS)

Lucimar Alves
Enviado por Lucimar Alves em 26/02/2021
Reeditado em 17/03/2021
Código do texto: T7193512
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Lucimar Alves
Goiânia - Goiás - Brasil
2257 textos (175527 leituras)
1 áudios (108 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 17:56)
Lucimar Alves