Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidão dói

O tempo encurtando, palavra diminui
Saudade aumenta, enquanto vida flui
Assim é; horas  passam  tão devagar
Minutos  correm, parecem cavalgar...

Soltos, selvagens, como livres potros
Prontos para o horizonte alcançarem
Enquanto  sorriso é invisível no rosto
Fica tristeza até dias maus passarem

Seguem as horas arrastando chinelos
Quando não, bebem café bem quente
Como a fazerem  incansáveis  apelos
Pois, solidão dói, rói coração da gente.


Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 07/11/2019
Código do texto: T6789646
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil
1389 textos (42973 leituras)
2 áudios (117 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/19 12:47)
Meri Viero