Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cidade Solidão

Livre a alma voa, e sabe qual direção...
Ruas de uma cidade chamada Solidão
Com calçadas  cheias de flores, ilusão
Perfume que embriaga toda a estação

A cada nova que surge, congela, esfria
Esquenta, arrepia perto da tua filosofia
Na qual quase toda palavra vira poesia
E o fogo e  a água  se fundem, fantasia

Que sobrevive a  distância  de um toque
Firme, forte, batendo  feito  pesado rock
Delicado como  notas tocadas pelo anjo
Que mora perto da saudade que esbanjo.

Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 04/11/2018
Reeditado em 04/11/2018
Código do texto: T6494591
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil
1402 textos (43504 leituras)
2 áudios (122 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/01/20 22:39)
Meri Viero