Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Enganos e desenganos

Nestes enganos e desenganos,
Onde o meu ser se faz profano.
De desenganos em enganos.

Nestes desenganos e enganos,
Onde me vejo assim tão pequeno.
De profano em profano.

Nestes enganos e desenganos,
Onde não passo de um fulano.
De desenganos em enganos.

Nestes desenganos e enganos,
Onde não passo de um bichano.
De fulano em fulano.

Nestes enganos e desenganos,
Onde levo uma vida de cigano.
De enganos em desenganos.

Nestes desenganos e enganos,
Onde jamais serei um tirano.
De cigano em cigano.

Nestes enganos e desenganos,
Onde não passa de um alucino.
De desenganos em enganos.

Neste desenganos e enganos,
Onde só se ver grande afano.
De tirano em tirano.

Nestes enganos e desenganos,
Onde me verem como um lusitano.
De enganos em desenganos.

Nestes desenganos e enganos,
Onde pode-se ser um insano.
De alucino em alucino.

Nestes enganos e desenganos,
Onde só pode ser um ufano.
De desenganos em enganos.

Nestes desenganos e enganos,
Onde se parece ser um troiano.
De insano em insano.

Autor: Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta.
Joabe o poeta
Enviado por Joabe o poeta em 13/07/2020
Código do texto: T7004541
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Joabe o poeta
Rondonópolis - Mato Grosso - Brasil, 46 anos
697 textos (31852 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 06:50)
Joabe o poeta