Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM HOMEM TAMBÉM CHORA

Não me surpreende um homem chorar,
Eu também já chorei, e não sei porquê,
O motivo deve ter sido bastante forte,
Que me quis esquecer desse meu porte.

Não é difícil nem impossível lacrimejar.
As lágrimas brotam como duma fonte,
São cristalinas e de sabor bem amargo,
Correm livres como a água numa ponte.

Há tantos homens que choram, razões
Não faltam, são muitas, fruto do tempo
Que atravessamos, de tantas agressões
Chora-se por não se suportar pressões.

Quando um homem chora, tudo vai mal
Na sua vida, sem processo de uma cura,
O choro passa a ser remedio, bom alívio
Para quem a vida é difícil e não se atura.

Não me envergonho de chorar, é natural,
Vem da minha alma, acelera o coração,
Passa a ser um alívio da minha pressão,
Fico a ser um homem forte e especial.

Ainda muito hei-de chorar, é manancial
De incertezas e gostos amargos a pagar
Sem culpas nem pecados deste quintal,
Da vida não tenho nunca de me queixar.

Ruy Serrano - 30.06.2020
Ruy Serrano
Enviado por Ruy Serrano em 30/06/2020
Código do texto: T6992127
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Ruy Serrano
Portugal, 84 anos
2170 textos (20314 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 12:29)
Ruy Serrano