Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu não sei

Eu nasci e fui abandonado,
Fui na rua jogado.
Não terei origem e nem passado.

Qual pecado eu cometi?
O de chorar ou o de viver?
São resposta que eu não sei.

Me encontraram numa caixa,
Sem manto sem nada.
Só um manto de formiga envolvia-me.

Crueldade ou pura maldade?
Essa também eu não sei.
Talvez tenha sido desespero.

O meu furo? É incerto e prematuro.
Não tenho pai, não tenho mãe.
Até o momento, só o carinho estranho.

Autor: Joabe Tavares de Souza - Joabe o Poeta.
Joabe o poeta
Enviado por Joabe o poeta em 08/06/2020
Código do texto: T6971383
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Joabe o poeta
Rondonópolis - Mato Grosso - Brasil, 46 anos
698 textos (31856 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 03:24)
Joabe o poeta