Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Incontido grito

Quer um poema cheio de palavras boas
Que encha os horizontes, não voe à toa?
Objetos sólidos, triângulos e quadrados
Venha, arrisque, jogue  outra vez, dados

Concretos, computados ou camuflados
Viciados dados que só te fazem ganhar
Perca esse cuidado, e continue a poetar
Coisas do  coração, bem ou mal amado

Bom é ter o privilégio de poder brincar...
Pelas palavras, mágica de se apaixonar
E vazias ou cheias, um  universo infinito
Distinto modo de silenciosamente gritar.





Ficou show tua interação, poetisa EDIDANESI, obrigada.

Maravilha! Nessa mágica de brincar
Vamos todos arriscar
Palavras, palavras e ou letras
De amar, brincar, sofrer fingir
Todas elas no papel irão ficar!
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 25/05/2020
Reeditado em 26/05/2020
Código do texto: T6958261
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil, 49 anos
1465 textos (46279 leituras)
4 áudios (238 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/20 03:57)
Meri Viero