Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AREIA E PEDRAS


Roubaram-me as pedras
Com as quais eram construídos
Meus dizeres de amor

Afundei inteiro
Em areia movediça
Meus pensamentos caíram
Em um buraco negro

A paz que eu tinha
Virou bruma de inverno
Dissipada pelo sol
Quando o dia encorpa

E a minha mente
Tornou-se areia fina
Que tentei segurar com as mãos
Escorrendo nelas meus pensamentos

___________________________
23.03.2020
MÁRIO FEIJÓ
Enviado por MÁRIO FEIJÓ em 23/03/2020
Código do texto: T6894926
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
MÁRIO FEIJÓ
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil, 68 anos
4916 textos (334832 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 21:05)
MÁRIO FEIJÓ