Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Drama, luta e vida

Uma vez Maria e também José
Outra vez Maria, cadê José?
Novamente Maria, foi se José
Deixou família e sua mulher

Levantou a mão e soltou o peso
Há machucou demais, há deixou com medo
E ela o alegrava por desespero
De tão maltratada, se questiona a que veio

Ele diz bom dia com toda alegria
E ela sorri de canto com simpatia
Vivem felizes, noite e dia
Um exemplo concreto para passar pela vida

De todas histórias colocadas anteriormente
Infelizmente normal é o da sangria
Dilaceradas famílias, famílias, famílias
Um pouco de bar, um pouco de pinga

Um pouco de bar, um pouco de pinga
Um pouco de bar, um pouco de pinga
Cachaça pro santo, cachaça nos cantos
E o homem se foi, perdido na fila

Vida que segue, ela se ergue
Cheia de mágoas e dor evidente
Vai para a luta honrar sua prole
Num sistema falido, machista e pobre

Um choro, um riso
Um tombo, um riso
Uma pausa, um riso
Ela não ri

Porém ela educa
Alimenta as crianças
Cheia de esperança
Sonha em sorrir

Ela ouve racismo, ouve besteiras
Ouve o cinismo de uma cidade inteira
Vive o machismo e decide de vez
Moldar os seus filhos para que não sejam iguais.
Bruno Henrique Reis
Enviado por Bruno Henrique Reis em 18/09/2019
Código do texto: T6748055
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Bruno Henrique Reis
Limeira - São Paulo - Brasil, 29 anos
36 textos (1451 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 03:19)
Bruno Henrique Reis