Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

...e escreveu

Se despediu em silêncio, face entristecida
Fechou a  porta  e seguiu, passou  a ponte
Tudo ruiu; sem roer unhas, beber  da fonte
Sem mais  sofrer, e nem  ficar arrependida

Prometeu desapegar, diminuindo a carga
Que por  tantos anos pesara; não sorriu...
Chorou no aconchego da palavra amarga
Das cobertas e naquela noite, não dormiu

Pensou na poesia, em deixá-la adormecida
Refletiu os primeiros reflexos do sol no céu
Como ficariam as flores, as dores, e a vida?
Guardou a tristeza, pegou mais um papel...
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 27/04/2019
Código do texto: T6633455
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil
1402 textos (43509 leituras)
2 áudios (123 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/01/20 23:33)
Meri Viero