Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O amargo que eu sou

Se eu pudesse ir embora,
eu iria
Se eu pudesse te levar,
te levaria
Se eu pudesse te mostrar,
te mostraria:
a beleza que está na humildade,
o prazer que há na felicidade
A felicidade está na simplicidade.
Eu quero vida,
quero viver assim:
quero música
e quero ter você pra mim
Quero o agora, o futuro
quero sentir
o perfume, aquele cheiro de flor
a pureza e a beleza do amor
um abraço e um beijo dá sabor...
dá sabor para mim,
o amargo que eu sou.
Ruan Vieira
Enviado por Ruan Vieira em 07/02/2019
Código do texto: T6569299
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ruan Vieira
Propriá - Sergipe - Brasil
215 textos (3011 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/19 14:50)
Ruan Vieira